Portal Alcanede - Ao serviço da Comunidade

O programa evocativo das comemorações dos 500 anos do Foral de Alcanede e Pernes, oferecem novas atividades durante o mês de dezembro. No próximo domingo dia 21, terá lugar uma reconstituição histórica da outorga do Foral por parte do Rei D. Manuel I, em 1514 e da sua apresentação aos povos ocorrida em 1517.

O convívio de natal para os avós e reformados da freguesia de Alcanede, realizou-se no passado dia 7 de dezembro de 2014, nas instalações da A.R.C.A (Associação Recreativa e Cultural de Alcanede). O encontro anual, organizado pela autarquia alcanedense, reuniu cerca de 120 idosos, oriundos dos mais diversos lugares da freguesia.

A segunda fase de beneficiação da ER 361, entre Amiais de Cima (Km 61 + 890) e Alcanena (68 + 30), e a beneficiação da EN 362 que liga Santarém a Alcanede, são obras contempladas no plano de investimentos das Estradas de Portugal (EP) para a manutenção das rodovias nacionais num investimento superior a 436,2 milhões nos próximos 5 anos.

A feira do livro organizada pelo Agrupamento de Escolas D. Afonso Henriques, abre as suas portas de 9 a 15 de dezembro de 2014, com várias atividades ligadas à poesia e à hora do conto.

Os primeiros finalistas da academia de música da Sociedade Filarmónica de Alcanede (SFA), atuaram durante a tarde do passado dia 30 de novembro de 2014, numa cerimónia de homenagem a Santa Cecília, padroeira da música e dos músicos.

Terminou, no final do mês de novembro, um bloco de formação nas áreas do resgate em gruta com recurso a técnicas de grande ângulo. A iniciativa contou com um período de formação superior a 100 horas, numa organização dos B.V.A - Bombeiros Voluntários de Alcanede em colaboração com a Serra do saber – Centro de estudos e Formação profissional, Finiform, núcleo de espeleologia de Alcobaça e elementos dos Bombeiros Voluntários de Alcanena, Rio Maior, Minde, Salvaterra de Magos, Santarém e Porto de Mós.

Transitou em julgado a decisão do Tribunal da Relação de Évora, proferida no passado dia 17 de outubro de 2013, que julgou procedente a apelação feita pela direção de Virgílio Vitório, no braço de ferro pela posse da administração do Conselho Diretivo dos Baldios de Valverde, Pé da Pedreira, Barreirinhas e Murteira, em oposição às pretensões do grupo de cidadãos liderado por Dinis Brígido. (VER NOTÍCIA)