Portal Alcanede - Ao serviço da Comunidade

César Martins mantém a presidência da direcção da S.F.A

Decorreu no último Domingo, 13 de Dezembro a eleição dos corpos gerentes para o biénio 2010 / 2011. Apenas uma lista se apresentou a sufrágio, tendo a votação ditado 19 votos a favor e 1 voto nulo. A composição dos novos órgãos sociais da Sociedade Filarmónica Alcanedense fica assim ordenada:

Há certas histórias, que passam relativamente despercebidas e que não são muito comentadas. É o caso de uma contada pela revista do "Correio da Manhã" (Família Milionária recebe agora rendimento mínimo): uma família que teve a sorte de acertar no totoloto, ganhando 600 mil euros, vive hoje de subsídios do Estado. O que se passou?

Modificado em quarta, 18 abril 2012 15:54

Voltei ao castelo e dei-me conta de nova investida dos “mouros”. Não sei se pela calada da noite ou se foi tudo à descarada durante o dia, isto porque são inúmeros os vestígios que demonstram que a noite por ali é bem movimentada. Foi um acto de puro vandalismo (terrorismo) sem qualquer hipótese para aqueles “guardas do castelo”.

Modificado em quarta, 18 abril 2012 15:53

Ao fim de doze anos de bancário, após nove anos na Golegã e mais três anos em Vila Nova da Barquinha, por volta de 1986, chegou a vez de ser nomeado subgerente na Agência do BFB de Alcanede, localidade que confesso pouco me dizia e que conhecia só de passagem. Por isso, antes de iniciar a minha sub-gerência, num Sábado de manhã aí vou eu, no meu Fiat “850 special”, com a minha esposa e o meu filho José Manuel até Alcanede, a fim de poder conhecer pelo menos onde se situava a porta da Agência, para não ser apanhado totalmente às escuras na segunda feira seguinte.

Modificado em terça, 27 março 2012 22:15

No dia 21 de Novembro o Papa encontrou-se com artistas de todo o mundo. Proferiu um discurso de que transcrevo uma parte. O teólogo Hans Urs von Balthasar abre a sua grande obra intitulada «Glória. Uma estética teológica» com esta sugestiva expressão: “ A nossa palavra inicial chama-se beleza.bA beleza é a última palavra que o intelecto pensante pode ousar pronunciar, porque ela não faz outra coisa senão coroar, qual auréola de esplendor inalcançável, a dupla constelação da verdade e do bem e a sua indissolúvel relação”.

Modificado em terça, 27 março 2012 22:14

O triste caso ocorrido esta semana na cidade de Santarém levou-me a escrever algumas linhas, segundo reza a história o acto tresloucado cometido por António Sousa aconteceu em plena pastelaria Real, de que a vitima Maria Alice Duarte de 46 anos era sócia gerente. Os contornos deste caso como de qualquer outro semelhante configura um ponto de partida, a atracção, o namoro e o desfecho que pode consubstanciar, uma relação saudável, duradoura ou efémera, isto seria o normal.

Modificado em quarta, 18 abril 2012 15:53