Portal Alcanede - Ao serviço da Comunidade

BTTegas: "Nós gostamos de andar por sítios por onde ninguém andou"

Escrito por 
Classifique este artigo
(0 votos)

btegasOs BTTegas são um grupo de amigos do lugar de Viegas, que partilham o gosto pela prática do BTT. Escolhem vários tipos de trilhos, desde os percursos pela serra aos percursos por pinhais e eucaliptais da zona, excelentes para a prática desta modalidade. Além dos “Passeios dos Tristes” que fazem aos domingos de manhã na nossa zona, gostam também de participar em passeios organizados nos mais diversos locais.

bttgrupoviegas

Os BTTegas são constituídos pelo: Adérito; Daniela; David; Diogo; Edgar; Gilberto; Henrique; Hugo; Jorge; Luís; Nelson; Octávio; Tiago; Vasco e Wilson.
O Portal de Alcanede falou com 4 dos seus elementos, Hugo Vieira, Henrique Filipe, Diogo Vieira e a única representante feminina, Daniela Vieira.

Portal de Alcanede (PA) – Quando é que nasceu o BTTegas?

Henrique Filipe (Henrique) – A designação BTTegas surgiu há cerca de 5 anos, mas a ideia de ter um grupo de amigos a fazer passeios de bicicleta, começou dois ou três anos antes. Primeiro com o Adérito e o Nelson, depois eu, seguiu-se o Emílio, Octávio, Tiago, Nelson e foi sempre a crescer.

PA – O facto da freguesia de Alcanede ser dotada de excelentes locais para a prática desta modalidade, acredito que tenha contribuído para esta vossa decisão?

Henrique – Sem dúvida. Nós gostamos de andar por sítios por onde ninguém andou. Andamos sempre a descobrir coisas novas e a nossa região é realmente lindíssima. Nunca desistimos e por vezes até temos que andar com a bicicleta às costas, passar rios, mas o caminho é sempre para a frente e nunca para trás. Felizmente temos chegado sempre a casa bem-dispostos.

PA – Andar de bicicleta é uma paixão?

bttdiogoDiogo Vieira (Diogo) – Uma grande paixão. É difícil descrever.

Hugo Vieira (Hugo) – É como os que gostam de futebol. Para nós, a nossa paixão é o BTT.

PA – Para quem não sabe, o que diferencia uma bicicleta comum, de uma bicicleta todo-o-terreno?

Hugo – Tudo. O equipamento, o tipo de condução, a suspensão, o material… é tudo completamente diferente.

PA – Este tipo de bicicletas são caras. Por curiosidade, até que valor pode chegar uma BTT topo de gama?

Hugo – 8.500 euros.

Henrique – Essa é mesmo a de topo, mas normalmente rondam os 5 a 6 mil euros

PA – Dentro do BTT temos duas vertentes: DownHill e o CrossCountry. No vosso caso, falamos de CrossCountry?

Diogo – Sim, CrossCountry de lazer e não de competição.

Hugo – O DownHill já é um bocadinho mais violento. É bom para quem gosta de partir ossos.

PA – Além da prática desportiva, o convívio entre todos vós acaba por ser o mais importante?

Henrique – É sem dúvida o mais importante. É uma forma de estarmos juntos, por exemplo ao Domingo, sobretudo para conviver. Por isso existe o nosso “Passeio dos Tristes”, é sagrado.

PA – Têm alguma vertente mais competitiva?

Henrique – Não. Já falámos num eventual interesse de nos federarmos, caso algum, a título individual, quisesse participar em certas provas, mas acho que nenhum de nós está preparado para isso, pelo menos por enquanto.

bttdanielaPA – A Daniela é a única representante feminina. O que a levou a aderir ao BTTegas?

Daniela Vieira (Daniela) – Ganhei a paixão das BTT durante o ano passado, mas vi que o preço das bicicletas era um bocadinho puxado e só este ano (em Maio) entrei para o grupo. O convívio é espectacular, além disso, ajuda a aliviar o stress e sempre vamos praticando desporto.

PA – É difícil “aturar” a rapaziada?

Daniela – Eles é que têm de me aturar! (Risos). Não é nada difícil, eles é que tem de esperar por mim e são muito atenciosos.

PA – Gostava de ter mais elementos femininos a participar?

Daniela – Gostava.

PA – O que é preciso para que as mulheres participem mais?

Daniela – Tenho de concordar que, às vezes, fazer alguns percursos pode ser um pouco perigoso. Descer e subir serras é um bocadinho “violento”, e a maior parte das raparigas prefere fazer caminhadas do que andar de bicicleta. Pessoalmente não conheço mais nenhuma rapariga da freguesia de Alcanede que pratique BTT, pode haver, mas não conheço.

PA – O Diogo é um dos mais novos seguidores do BTTegas. Consegues facilmente convencer os jovens da tua idade a praticarem BTT?

Diogo – Nem por isso! Alguns têm preguiça de levantar cedo ao Domingo de manhã. As bicicletas também são um pouco caras e os computadores também não ajudam.

PA – Aqui na nossa freguesia, qual é o percurso mais bonito de fazer com uma BTT? O que aconselham?

Daniela – Subir até à Ermida da Nossa Senhora das Neves (Mata do Rei) pelas estradas antigas e fazer o trilho da serra. Subir do Xartinho para Valverde e descer de Valverde para a Feiteira.

bttegas passeiotristesHenrique – Aqui a zona da Cabeçada também é bonita, com uma vista geral sobre as Viegas e parte dos Mosteiros. Quem quiser esticar bem as pernas, pode optar pela Quinta de Santa Irene (Vale do Carro, Correias, Casais da Charneca) uma grande mancha de eucaliptal.

PA – O que é preciso fazer para se fazer parte deste vosso grupo?

Hugo – É aparecer por aqui aos Domingos. Demonstrar vontade de participar, conviver e trazer a bicicleta.

PA – Não tem que necessariamente ser das Viegas…

Hugo – Não. Qualquer pessoa da nossa freguesia, ou de outra qualquer, pode participar. Temos os casos de uma pessoa de Malaqueijo e outra de Aldeia de Além, que querem participar connosco e são bem-vindos.

PA – Sei que em breve, vão participar numa passeio organizado, em Abrantes, no dia 26 de Setembro e com um objectivo muito solidário?...

Henrique – É verdade. Recentemente visitei o fórumbtt e dei com este passeio “A Pedalar por um Sonho”. É para ajudar a Rita Pinheiro, uma bailarina profissional, de 29 anos, que sofreu um derrame cerebral há dois meses. A esperança de voltar a dançar está à distância de uma viagem a Cuba para fazer tratamento. O passeio serve para angariar fundos para os tratamentos e é com esta vontade de ajudar que lá vamos.

PA – Obrigado pela forma simpática com que receberam o Portal de Alcanede e muitas felicidades para o BTTegas…

Todos – Nós também agradecemos a vossa visita. Obrigado

NOTA: No antigo site do Portal esta página foi lida 720 vezes

Lido 2745 vezes Modificado em segunda, 16 abril 2012 17:44