Portal Alcanede - Ao serviço da Comunidade

Finalistas da academia de música de Alcanede prestam homenagem a Santa Cecília

Escrito por 

Os primeiros finalistas da academia de música da Sociedade Filarmónica de Alcanede (SFA), atuaram durante a tarde do passado dia 30 de novembro de 2014, numa cerimónia de homenagem a Santa Cecília, padroeira da música e dos músicos.


cecilia 2014 01

“Isto traduz a renovação da banda que é necessária numa casa destas”,
disse ao Portal de Alcanede (PA) o maestro Alberto Lages, referindo que “a criação da academia nas novas instalações proporcionou condições de trabalho, que em abono da verdade, já começam a escassear, sobretudo pela afluência que temos”, admitiu.

A passagem de instalações da antiga para a atual sede (6 de maio 2012), permitiu “reformular a academia de música que passou a ter o ensino dividido em cinco níveis ”, lembrou ao PA o presidente da direção da SFA.

“Os três finalistas terminaram em julho deste ano o 5º grau de ensino, por isso achámos que pela sua dedicação e esforço, tinham condições para atuar a solo com a Banda”, disse José Antunes, presidente da direção da Sociedade Filarmónica de Alcanede.

Pouco antes da atuação no palco da A.R.C.A, os três jovens todos naturais de Alcanede, já viviam as emoções próprias do "nervoso miudinho" que antecedem as atuações, “é um dia muito importante para mim e para os meus colegas, mas também para as crianças e jovens que queiram ingressar na academia para aprender um instrumento”, disse Pedro Fernandes que tocou a solo com a banda alcanedense.

O jovem começou os seus estudos no conservatório de Minde e prosseguiu na academia de Alcanede onde foram ministradas aulas de percussão e formação musical na banda juvenil.

“É uma nova experiência para nós, nunca tocámos a solo na banda, é uma forma de mostrar e cativar os jovens”, reforçou Daniel Caetano, o músico teve também uma incursão pelo conservatório de Minde, tendo concorrido este ano à escola profissional metropolitana em Lisboa, onde pretende concluir o 12º ano. Na experiência a solo com a banda de Alcanede, Daniel Caetano, Interpretou Ballade de Alfred Reed.

As mesmas pisadas em termos de formação vão ser seguidas por Diogo Batista, que tenciona estudar na metropolitana em Lisboa. Inseparável do seu saxofone, brindou o público alcanedense com a interpretação Baghira do compositor Ferrer Ferran.

A cerimónia evocativa de Santa Cecília começou ao meio dia, na Igreja Matriz de Alcanede, com a celebração de uma missa seguida de procissão até à sede da Banda, onde a imagem da padroeira da música ocupou o seu lugar. Seguiu-se um almoço convívio para angariação de fundos que reverteram para a centenária banda.

VER FOTOS 

Lido 2704 vezes Modificado em segunda, 08 dezembro 2014 23:40

pub

logo segurant

 

Logo sug
cozicarp