Portal Alcanede - Ao serviço da Comunidade

quarta, 26 agosto 2015 11:45

Afeto dos Alcanedenses na Festa da terra emociona dirigentes da A.R.C.A que elogiam fogaças

Escrito por 

As últimas duas semanas que antecederam as festas em honra de Nossa Senhora Mãe da Igreja, fizeram movimentar a população de Alcanede na organização e ornamentação das fogaças que integraram a procissão do domingo dia 23 de agosto.




A proposta foi lançada pela A.R.C.A - Associação Recreativa e Cultural de Alcanede que procurou envolver as pessoas nessa tarefa, uma experiência que acabou por ser bem acolhida pela comunidade.

“O envolvimento foi muito bom”, reconheceu Clara Correia um dos vários elementos que ajudaram a concretizar a fogaça que representou em esferovite o chafariz de Alcanede, “resolvemos arranjar um símbolo em que as pessoas se identificassem nos casais onde fizemos o peditório”, uma área geográfica vasta que envolveu Colos, Oleiros, Voltas, Casal Quintino, Coval, Bairro dos Murtais e Quinta da Rainha.

A ornamentação da fogaça foi também enriquecida com a “oliveira, os cortiços do mel, a aroeira, o alecrim e os fardos de palha” que outrora saiam das grandes searas do Casal dos Oleiros.

O manjerico no topo de uma fogaça e as cores dos santos populares deixavam adivinhar o tema trazido pelos moradores da zona do S. João, “ foi uma boa maneira de juntar pais, filhos e avós num objetivo comum“ reconheceu, Bruna Silva ao Portal de Alcanede.

A representação do Castelo de Alcanede também saiu à rua em jeito de fogaça, a recriação surgiu do trabalho manual de Manuel Joaquim Vieira. O antigo presidente da Junta de Freguesia enalteceu a iniciativa da comissão de festas, “ é muito positivo porque as pessoas juntam-se, convivem e reforçam os laços de amizade”, disse.

As cores do brasão de Alcanede onde pontificam o vermelho, preto e branco foi o tema escolhido para a fogaça ”nascida” a partir da rua Manuel Alves Frazão, morada de Paulo Mendo, antigo dirigente da Associação Recreativa e Cultural de Alcanede, falecido em janeiro de 2014.

“Ficámos muito sensibilizados pelo gesto de carinho e amizade”, referiu ao Portal de Alcanede, Wanda Mendo que agradeceu a coroa de flores e a dedicatória deixada ao filho pelos elementos da direção da A.R.C.A no passado dia 20 de agosto.

A fogaça que saiu da casa da família Mendo, trazia no topo da estrutura, as pinturas a preto e branco da igreja matriz, o castelo, a misericórdia e a ponte romana de Alcanede desenhadas pelo olhar de Wanda Mendo que elogiou a iniciativa da comissão de festas, “ conseguimos congregar muitas pessoas e algumas nem são dadas a este tipo de tradições, foi também uma forma de integrarmos quem eventualmente se sentisse menos integrado”, disse.

“Este ano senti como nunca a presença, força e o afeto dos alcanedenses na festa da sua terra, foram incansáveis no trabalho que desenvolveram com as fogaças, estavam todas muito bonitas”, referiu ao portal de Alcanede, Tiago Cruz, presidente da A.R.C.A.

O dirigente associativo reconheceu que o novo formato de organização das fogaças beneficiou a procissão, “foi mais participativa”, tendo também aumentado o número de pessoas que ajudaram nos preparativos das festividades que decorreram de 20 a 24 de agosto.

O peditório para as fogaças e o leilão completo realizado no arraial da festa, “rendeu 2804 euros”, sublinhou Tiago Cruz que espera um envolvimento semelhante ao deste ano em futuras edições da festa de Alcanede.

VER FOTOS




Lido 2308 vezes Modificado em quinta, 27 agosto 2015 23:49

pub

logo segurant

 

Logo sug
cozicarp