Portal Alcanede - Ao serviço da Comunidade

terça, 22 agosto 2017 16:36

Criatividade saiu à rua nas fogaças da festa de Alcanede

Escrito por 

A lenda do pote de ouro, a banda filarmónica, a homenagem aos trabalhadores das máquinas debulhadoras e os lagares do vinho, estiveram este ano representados nas fogaças da festa de Alcanede em honra de Nossa Senhora da Mãe da Igreja.




A fogaça do S. João “foi inspirada na nossa banda filarmónica, a ideia surgiu e foi partilhada com quem ia aparecendo”, disse ao Portal de Alcanede, Carmen Antunes, um dos elementos envolvidos no trabalho de ornamentação.

“No meu entender e de toda a equipa do S. João, o convívio, sorrisos e a partilha de ideias é o mais importante, muito mais do que a fogaça, e o que ela pode render”, referiu Carmen Antunes.

A Lenda do Pote de Ouro, “alerta-nos para o fato de termos cuidado quando procuramos muito o pote de ouro... Podemos encontrar antes, o pote da " peste", disse ao Portal de Alcanede, Wanda Mendo.

A fogaça que saiu da Rua Manuel Alves Frazão, adverte que mais importante que as riquezas materiais, existem as riquezas humanas que estão simbolizadas nas cores do arco-íris, “o amor ao próximo (vermelho), a criatividade e inteligência ( cor-de-laranja), a alegria ( amarelo), a esperança ( verde), anil ( paz), azul escuro ( confiança e sabedoria), violeta ( sabedoria, espiritualidade)”.

A população que se envolveu na denominada fogaça do “centro”, resolveu este ano homenagear os homens do campo que outrora trabalhavam nas máquinas debulhadoras.

“As pessoas que antigamente trabalharam nestas máquinas recordaram como era difícil esta atividade”, disse Cassilda Neves. A fogaça do “grão ao pão”, estava ornamentada com a espiga e todos os elementos deste trabalho agrícola.

Os lagares do vinho também estiveram representados com a fogaça oriunda do Bairro dos Murtais, covale e casalinhos.

“A ideia da nossa equipa foi lembrar como era o processo de fabricação do vinho nos lagares de antigamente, fizemo-lo com miniaturas que mostravam o pisar das uvas, a prensa e os depósitos onde o vinho era acondicionado”, sublinhou Paula Inácio.

fogaca 01

fogaca 02

fogaca 03

fogaca 04

VER FOTOS EM BREVE

Lido 1373 vezes Modificado em terça, 22 agosto 2017 16:46

pub

logo segurant

 

Logo sug
cozicarp