Portal Alcanede - Ao serviço da Comunidade

quarta, 27 setembro 2017 14:18

A Herança - A arte urbana de Francisco Camilo enriquece ambiente do parque desportivo de Alcanede

Escrito por 

A arte urbana chegou a Alcanede pelas mãos do artista Francisco Camilo, natural de Santarém. O jovem de 24 anos nasceu com a veia para a arte e está há vários dias a dar largas à imaginação numa das paredes do parque desportivo da Vila de Alcanede.




foto fcamilo 02
“Não tinha esboço, foi chegar à parede e fazer”
, confessou ao Portal de Alcanede, admitindo que o convite da Junta de Freguesia de Alcanede, o deixou à vontade para o processo criativo, “deram-me liberdade para isso, não puseram em causa o que iria ser feito, ou deixava de ser”.

“Foi uma proposta minha aos meus colegas do executivo que logo acolheu a aprovação de ambos, e se tornou por isso uma decisão unânime deste executivo”, referiu a presidente de Junta de Alcanede, Cristina Neves.

De acordo com a autarquia Alcanedense, o desafio consistia em animar uma das fachada do Parque Desportivo na perspetiva que “pudesse não só colorir o espaço, mas também aproveitar a oportunidade e o talento do Francisco Camilo para criarmos um legado único do ponto de vista artístico na freguesia, e que envolvesse vários aspetos da nossa terra. Algo que nos identificasse. Assim, levámos o FC às pedreiras, ao Castelo, e numa perspetiva também de homenagem, pedimos-lhe que trabalhasse esses aspetos”, referiu.

O mural que ocupa toda a extensão da zona dos balneários do parque desportivo, pretende representar “ a herança que nós temos aqui, o lado histórico com o Rei D. Afonso Henriques e depois uma mão que está a dar e ainda os recursos naturais que assentam na pedra”, disse Francisco Camilo.

O resultado final do trabalho foi bem acolhido pelo executivo Alcanedense, “D. Afonso Henriques, ícone da História de Portugal e guardião da nossa freguesia, os blocos de pedra atividade principal da região e a mão de dá, que oferece mas que também guarda em si a história de um povo” sublinhou, Cristina Neves.

A arte urbana tem vindo a conquistar espaço nos últimos anos, “as pessoas estão abertas e até mesmo os mais conservadores quando apreciam o resultado, passam muitas vezes do estranha-se ao entranha-se, e isso é muito confortável e compensador para quem está num processo criativo” desabafou, Francisco Camilo.

A junta de freguesia de Alcanede e o Portal de Alcanede apelam a uma coisa simples, “por favor, não estraguem a criação de alguém e o espaço comunitário e usufruam dele com alegria".

 

FOTOS

Lido 949 vezes Modificado em quarta, 27 setembro 2017 14:28

pub

logo segurant

 

Logo sug
cozicarp