Portal Alcanede - Ao serviço da Comunidade

sexta, 27 maio 2016 15:06

“Ámen” só na igreja e a um único Senhor

Escrito por 
Classifique este artigo
(61 votos)

“Nós não vamos colaborar com ninguém de Alcanede.” Foi esta a frase utilizada, repetidamente, que o Sr. Presidente em gestão corrente da AHBVA usou ontem connosco (via telefone) para justificar o não envio para o Portal de Alcanede de um comunicado dirigido a vários órgãos de comunicação social e do qual o jornal “O Mirante” já fez eco, ontem, na sua página online.




“Ninguém” parece-me muita gente! Quantos órgãos de comunicação existem na nossa freguesia? É impressão minha ou estamos a falar de um boicote daqueles feitos à moda antiga? Sim, estamos.

Como é nosso dever, e face ao comunicado em causa que refere que a direção pede a demissão do Sr. Comandante Filipe Regueira, o Portal contactou o Sr. Presidente demissionário, o Sr. Presidente em gestão corrente e o Sr.1º Suplemente da direção da lista B. No fundo, e com uma só chamada, foi possível falar com alguém que parece ocupar três lugares completamente diferentes, embora também pareça não saber qual deles deve assumir!

Segundo este dirigente, o Portal de Alcanede não quis fazer “contraditório” sobre as últimas notícias dos BVA que vieram a público (parece que o contraditório só vale se for o senhor a falar). Recordo quais foram as últimas notícias para as quais não foi chamado, porque não tinha de ser, a pronunciar-se:

“Associação Humanitária dos B.V.A - Duas listas vão a eleições no dia 13 de março”, com data de 24/02/2016. Não tem que ser ouvido, é apenas candidato a 1º Suplente da Direção;

“Compromisso com voluntários e funcionários leva Ana Ferreira a concorrer à direção da Associação Humanitária dos B.V.A”, com data de 03/03/2016. Não tem que ser ouvido, a candidata chama-se Ana Ferreira;

“Nelson Durão candidata-se à AHBVA para “reunificar, recuperar a harmonia, paz e união dos B.V.A”, com data de 10/03/2016. Não tem que ser ouvido, o candidato chama-se Nélson Durão e as razões das duas listas constam das duas notícias;

“Lista A de Nelson Durão vence as eleições aos órgãos sociais da AHBVA”, com data de 13/03/2016. Não tem que ser ouvido, foram escutados os dois candidatos que concorrem às eleições;

“AHBVA – Assembleia Geral Ordinária dia 30 de março”, com data de 23/03/2016. Não tem que ser ouvido, mas parece que este tipo de informação não importa que vá para o Portal de Alcanede!;

“Eleições nos Bombeiros de Alcanede impugnadas”, com data de 18/04/2016. Não tem que ser ouvido, a candidata pela lista que impugna o ato eleitoral chama-se Ana Ferreira e, apesar da tentativa de esclarecimento sobre o assunto, o Portal de Alcanede não obteve reação por parte da mesma e tão pouco do Presidente da Assembleia Geral dos Bombeiros, Artur Duarte (que pode falar e emitir comunicados em nome da direção em gestão). Está escrito na notícia e a pessoa que reclama “contraditório”… continua a ser “apenas” candidato a 1º Suplente da direção;

“Violação da base de dados dos Bombeiros de Alcanede motiva queixa-crime no Ministério Público”, com data de 18/04/2016. Recebemos um comunicado da direção em gestão (de onde faz parte o Sr. António Baptista que citámos) e que, obviamente foi publicado (não deverá estar recordado!);

“Bombeiros em letargia e morte lenta - A acusação é da Lista A que diz ter vencido eleições legitimamente”, com data de 19/05/2016. Não tem que ser ouvido. Quem de direito (Ana Ferreira como cabeça de lista) foi contactada no mesmo dia e remeteu esclarecimentos para quando considerasse oportuno. Já o presidente da AG em gestão corrente, não atendeu as chamadas telefónicas (fácil comprovar). Está escrito na notícia;

“80% dos voluntários dos BVA demitiram-se esta semana”, com data de 20/05/2016. Não tem que ser ouvido. A impugnação das eleições foi encabeçada pela candidata Ana Ferreira, que já havia prometido ao Portal de Alcanede esclarecimentos quando considerasse oportuno. Pelos vistos, e perante esta notícia grave, ninguém achou oportuno!

Para ser franco, este tipo de atuação não me espanta rigorosamente nada. A pessoa em causa sempre culpabiliza o Portal de Alcanede quando algo não lhe corre de feição. Já foi assim quando perdeu as eleições para a Junta de Freguesia, dando a entender que a nossa votação online estava “viciada” a favor do partido vencedor, que o número de notícias era mais favorável ao PSD, até o número de fotografias que os diversos partidos tinham publicadas serviu de “arma de arremesso” contra o Portal. Não conseguiu provar nada, porque a isenção foi plena, intocável.

Queixa-se de não ter direito a contraditório, mas insiste em tentar denegrir a imagem do Portal publicamente, em conversas de café e até em Assembleias-Gerais. Numa das quais, em 10/04/2015, refere alto e bom som (eu estava lá) que o Portal só escreve o que lhe apetece! Neste caso, afirmou que nunca dissemos que o empresário havia dado para os Bombeiros “5 mil euros e mais 10 mil em material e que nunca ninguém lhe pagou”! Faltou à verdade, porque em julho de 2011 (3 meses depois de ter sido eleito Presidente da AHBVA) foi entrevistado por mim e está lá o que diz não estar! Memória curta? Não, é apenas um lapso.

Quando não convém, misturam-se notícias com artigos de opinião (coisas bem diferentes), vão-se buscar comentários do facebook (feitos por inúmeras pessoas que nada têm a ver connosco) e atribuem-se ao Portal, etc, etc. Pergunto: Porque é que nunca fomos convidados, também, a apresentar o nosso contraditório? Não nos podemos defender? Se calhar não.

Também não deixa de ser “engraçado” registar que nas notícias (por exemplo de O Mirante) a 23/05/2016,sobre as demissões em massa na corporação de Alcanede e no dia 25/05/2016, sobre o facto do socorro à população estar em causa e onde estão declarações do Sr. Comandante, não verificar qualquer contraditório! Será que li mal ou a equipa do jornal da cidade não sabe o que anda a fazer?

Enviar um comunicado para a imprensa com indicação de que o mesmo não deve seguir para o único órgão de informação da nossa terra é, no mínimo, uma tremenda falta de respeito para quem sempre tem ajudado as nossas instituições, dignificando-as.

No meio de tudo isto, os Bombeiros e as populações das freguesias de Alcanede e Gançaria continuam à espera de soluções.

Existem pessoas que estão habituadas a que todos lhes digam “ámen”, pelo menos à frente delas, mas eu estou totalmente fora desse lote. “Ámen” só na igreja e a um único Senhor.

Termino com o link para a notícia de O Mirante com a informação que foi, de propositadamente, ocultada do Portal de Alcanede com o objetivo de provocar o sentimento de vitimização, algo que leve algumas pessoas a pensar que o Portal não fez a notícia porque não quis. O Portal não fez, nem faz, porque foi excluído do envio da informação.

Nota: Isto é um artigo de opinião… Não é uma notícia (é sempre bom lembrar os mais distraídos).

Paulo Coelho

Ver Notícia Mirante  

Lido 6128 vezes Modificado em sexta, 27 maio 2016 15:24